Contact Us

Use the form on the right to contact us.

You can edit the text in this area, and change where the contact form on the right submits to, by entering edit mode using the modes on the bottom right. 

Rua Monsenhor Manuel Marinho
Porto, Porto, 4150
Portugal

Blog nas ondas do hip hop e da música eletrónica de qualidade. Em Português.

Content

Daily Posts about Underground Instrumental Hip Hop, Contemporary Jazz, R&B, Lo Fi & Electronic music

COMMON - "I USED TO LOVE H.E.R."

Francisco Espregueira

Ontem pela noite de novo veio-me à cabeça de como é bonita a letra de "I Used To Love H.E.R." Um clássico incluído num dos principais álbuns da cena hip hop americana dos anos 90' - Resurrection. Common conta a história de uma rapariga que conheceu enquanto puto e por quem eventualmente se apaixonou.  Com o passar dos anos, no entanto, acabaram por se afastar devido às constantes mudanças de persona dessa rapariga.

Não é até ao finalzinho da faixa que Common revela que cuspiu os versos sobre rapariga alguma, mas sobre o hip hop como um todo. Especialmente sobre o hip hop que se tornou orientado para a violência e para o gangstarismo. H.E.R. é mesmo o acrónimo para "Hearing Every Rhyme"... até ao fim.

That she’s just not the same letting all these groupies do her
I see niggas slammin’ her, and taking her to the sewer
But I’ma take her back hoping that the shit stop
Cause who I’m talking ‘bout, y’all, is hip-hop

Common - "I Used To Love H.E.R."

E ontem, de noite, ouvi-a de novo. A seguir três novas faixas que entrarão no próximo álbum de Common: "Black America Again". Os Tiny Desk Concerts da NPR têm-nos trazidos pequenos tesouros ao longo dos últimos anos, este será talvez o mais valioso. Muito especial as palavras de Common. Muito especial a banda. Muito especial o piano de Robert Glasper. Muito especial a voz de Bilal. Muito especial o look da flautista. Muito especial o local. Common é rei na Casa Branca de Obama. Aqui fica: