Contact Us

Use the form on the right to contact us.

You can edit the text in this area, and change where the contact form on the right submits to, by entering edit mode using the modes on the bottom right. 

Rua Monsenhor Manuel Marinho
Porto, Porto, 4150
Portugal

Blog nas ondas do hip hop e da música eletrónica de qualidade. Em Português.

Content

Daily Posts about Underground Instrumental Hip Hop, Contemporary Jazz, R&B, Lo Fi & Electronic music

Filtering by Category: Trip-Hop

guts: philantropiques

Francisco Espregueira

Five albums deep into his recording career, Ibiza-based, music connouisseur of this world, Guts, builds another trip called Philantropiques, marking something radically different from his previous outputs. While his sequencing and programming are still unmistakable, his new project morphed into something of a full-on musical opus.

Read More

notas

Francisco Espregueira

Como habitual, as editoras independentes Londrinas têm vindo a introduzir muita novidade na indústria da música. Por vezes despercebidas no meio de tantas luzes, a elas é devida uma boa quota-parte daquilo a que se chama, com fundo de razão, "influenciar". Originalidade em tons de jazz e soul é o que se segue nestas notas nocturnas.

»»

1973: Sun Ra grava "Space Is The Place". Mais tarde seria considerada como uma das mais avant-garde experimentações de jazz dos tempos modernos. Em 2017, os Ezra Collective têm na sua versão de "Space Is The Place" o melhor resultado das sessões que nos trouxeram o seu último álbum "Juan Pablo: The Philosopher".

»»

Os australianos 30/70 têm um novíssimo trabalho nas prateleiras editado pela estabelecida Rhythm International. "Elevate" tem vários pontos altos. Falei deles um pouco por aqui. A faixa de abertura, "Slangin", é uma introdução brilhante, definindo o tom e consistência ao longo das seguintes.

30/70

Francisco Espregueira

Um quinteto de Melbourne chega ao Sótão. 30/70 é uma colectividade de artistas, cheia de liberdades artísticas, que procura brilhar a partir da solarenga costa sul australiana, graças a um novo álbum - "Elevate" - que está prestes a ser lançado pela londrina Rhythm Section Intl. Data: 27 de Outubro. Umas vibes de Nai Palm e Hiatus Kaiyote; Joe Dukie e Fat Freddy's Drop; J Dilla e o seu boom bap. Explorando harmonias.

Com muitos singles, EP's, mini LP's e colaborações celebradas ao longo dos últimos anos "Elevate" é o primeiro passo no território dos álbuns. E que forma de arrebatar tem "Steady Hazin", single de promoção do que vem aí. A intro perfeita para um LP que, quem ouviu, diz que vale revisitar vezes sem conta durante o inverno que vem aí. Ou verão fora, para aqueles no hemisfério sul, assim como a banda.

"Misrepresented" é mais um saborzinho de "Elevate", lançada há uns meses atrás. E ainda mais para trás ficam as muitas faixas por descobrir. Nesses singles, EP's, mini LP's e colaborações. "The Strut" vem da anterior mixtape dos 30/70 - "Cold Radish Coma", que tem cheiro de viagem e a verão.

Frequências ligadas a este Cosmic Soul que toca sem parar.. 10/10 para os 30/70.

the nightbirds

Francisco Espregueira

Wayne Snow, FKJ, Darius e Crayon formam The Nightbirds. A voz de Snow acompanhado pelas ideias musicais do trio francês que a ele se junta numa sessão de noite da qual resultaram três faixas e um estado de espírito transversal a estas.

Patrocinado pela editora, também ela francesa, Roche Musique, a gravação decorreu num ambiente de improvisação. A esta primeira experimentação, devem se seguir outras, quiçá trazendo outros artistas da mesma linha.

A lista das três, que compõem a primeira sessão noturna deste supergrupo para audição, está em baixo. O vídeo em cima, sublime, conta a história deste encontro. E a banda sonora está corrida e sem pausas... A voz de Snow parece vir do fundo do túnel, construido pelo trio de franceses.

SORCERESS - TEACUPS

Francisco Espregueira

De terras Neo-Zelandesas chegou-me Sorceress. Um coletivo de quatro que põe as cenas a vibrar em frequências perfeitas para o Sótão. E do Sótão e para a mota e da mota para a bicicleta. E de volta ao Sótão para dar a conhecer esta faixa eletrónica de batidas lentas e repletas de soul. Uma mistura de Fat Freddy's Drop, Electric Wire Hustle com a queen Erykah Badu.

Os Chaos In The CBD, um duo também dos antípodas de Portugal, leva-me até ao paraíso nesta última noite de verão com a reintrepretação que faz de "Teacups". 20 e tal graus e aquela brisa que não engana... uma noite generosa. A meia luz ouve-se melhor.

Sorceress - "Teacups"

Sorceress - "Teacups" (Chaos In The CBD Paradise Mix)

POTATOHEAD PEOPLE

Francisco Espregueira

Os Potatohead People vieram parar à rede do Sótão há uns tempos. No entanto, só "colei" neles nestas últimas semanas. Por incrível que pareça estava no cinema e no intervalo do filme, começou a tocar em modo música ambiente "Blossoms". Antenas sempre preparadas a ser ligadas e eu a deixar-me hipnotizar. Perguntei, obviamente: "que som é este??", o Shazam ligou e lá estavam os Potatohead People. "Quando chegar ao Sótão vou apontar luz sobre isto!", e assim foi. Depois imaginei a miserável situação de, ao invés de ter ficado na sala, ter ido mijar à casa-de-banho. Tive sorte...

Nick Wisdom e AstroLogical são os gajos que compõem este duo Canadiano, produzindo na intersecção do hip hop, da eletrónica e do trip-hop. Há uma clara misticidade na discografia desta magnífica colaboração. Aprecio de olhos fechados, entrando nos ritmos baixos e profundos, de ouvidos atentos aos ecos, de mente... hipnotizada. Meditando no meu espaço, no meu momento. Solitário, eu sou.

A mística discografia não é longa, mas é rica. Gostaria de vos convidar a carregar play nas faixas seleccionadas. Retiradas do EP "Kosmichemusik", de 2013, e do LP "Big Luxury", deste ano. A primeira é "Blossoms" e fascina-me.

"Do you ever think about it? Do you ever think about it? Think about the way that you seeee?"

PS: Esta semana faz um ano que comecei o blog. Orgulhoso, agradeço a todos os que por aqui passaram. Sempre convidados, as minis estão no congelador e estou aberto 24h. Sempre com um bom som a tocar. Sempre.

Francisco

ÁLBUNS COM PÓ #5 // NIGHTMARES ON WAX - "In A Space Outta Sound"

Francisco Espregueira

Nightmares On Wax - In A Space Outta Sound (2006)

A quinta edição dos Álbuns Com Pó do Sótão leva-me nove anos para trás para relembrar (ou apresentar pela primeira vez) o quinto álbum de Nightmares On Wax. Antes de começar, tenho que dizer que "pesadelo" mesmo seria nunca ter contemplado a porra de maravilha que este álbum é! Porra... que maravilha! A começar na primeira, sublime. Musicas longas que usam o tempo que lhes foi dado, por obra e graça do seu criador, para se fixarem naqueles lugares dentro da nossa cabeça que nós não conhecíamos. "Passion".

 

Nightmares On Wax - 1. Passion

Sem interrupções que se distingam entre as músicas, o álbum continua a tocar... mais e mais se fixando nesses ditos lugares que julgava não conhecer. "Flip Ya Lid".

Nightmares On Wax - 3. Flip Ya Lid

O projecto "Nightmares On Wax", criado por George Evelyn (DJ EASE), ganha notoriedade nos anos 90' com os lançamentos de "Smokers Delight" e "Carboot Soul". Mais tarde, em 02', "Mind Elevation" não faz os mesmos voos nem é, hoje, lembrado da mesma forma. Chegados a 2006, é lançado este "In A Space Outta Sound" que, na minha opinião, é o significar do auge de um projecto inovador e super respeitado por todo o mundo da música. Repara... ser-se conhecido ou não... interessa muito pouco. Ser-se respeitado interessa muito mais. "You Wish".

Nightmares On Wax - 6. You Wish

Nightmares On Wax - 10. I Am You

 

E passados 9 músicas, ou anos... sei lá, já não sei... chego à décima do álbum. Fecho os olhos porque já a ouvi vezes sem conta... sei bem qual é. Sei a letra, as melodias, os murmúrios... quais instrumentos estão em cena, e sei que é no minuto 2:30 em que a bateria entra... Olhos abertos. "I Am You".

 

 

Do Sótão pró infinito, com esta magia de álbum. "In A Space Outta Sound" é especial.

PLAYLIST #14

Francisco Espregueira

SaigonCafé - Nhà Nghi. Mui Ne, Vietnam

Viajar não tem como objectivo partir do ponto "A" para chegar ao ponto "B", é a linha que junta as duas letras que conta. E a música que nos acompanha na viagem, ajuda a que essa linha seja especial.

Playlist #14, para quem gosta de viajar. Do Sótão pró infinito.

PLAYLIST #10

Francisco Espregueira

Angkor, Cambodja

E chegamos à #10. Este jovem com alguma regularidade, tem lançado uma playlist por semana né? Hoje é a décima. Nem sempre cumpri, mas que sa f***. Como habitual meto 6 jams mas também coloco os links para as outras 9 listas, normalmente andando pelo Hip Hop e pela Electrónica.

Esta, para ser diferente, e para ser fiel às minhas obsessões está cheia de soul e viagem. Trip-Hop em froça... E tripamos juntos.

A foto aí na prateleira da esquerda é tirada em Angkor, Cambodja. Viagem.

Aí ficam as outras 9 playlists:

Playlist #1 - Hip Hop   /   Playlist #2 - Electrónica

Playlist #3 - Hip Hop  /   Playlist #4 - Hip Hop

Playlist #5 - Hip Hop  /   Playlist #6 - Electrónica

Playlist #7 - Hip Hop  /   Playlist #8 - Hip Hop/Electro

Playlist #9 - Electrónica

Do Sótão pró infinito

MELLOWMASWELL

Francisco Espregueira

Apenas 1000 seguidores no Soundcloud, muito desconhecido mas muita qualidade. Este produtor está escondido e se calhar nunca vai deixar de o estar mas aqui no Sótão tenho que lhe prestar a minha devida homenagem e partilhar alguns dos seus sons... Na Playlist #5 da semana pus a rodar o seu remix do clássico "I Confess" de Bahamadia

Acabei por descobrir este gajo através de uma das mix's mensais que começou a lançar recentemente chamadas "Mellow Minded". As influências notórias na sua música, são de muita qualidade e daí a ouvir o que produz por conta própria  foi um tirinho, certo?

Não há muito a dizer sobre MellowMaswell, ele próprio não nos dá informação sobre muito mais... Aquilo que dá impressão é que estamos perante um gajo com muito talento mas que procura o seu nicho no mundo da música, viajando entre o Hip Hop, o Trip Hop e a Eletrónica. Eu, como é hábito, sento-me, ouço e espero ansiosamente por mais. A "Emerge" tem dois dias de idade... prodigiosa.

Cheers.