Contact Us

Use the form on the right to contact us.

You can edit the text in this area, and change where the contact form on the right submits to, by entering edit mode using the modes on the bottom right. 

Rua Monsenhor Manuel Marinho
Porto, Porto, 4150
Portugal

Blog nas ondas do hip hop e da música eletrónica de qualidade. Em Português.

Content

Daily Posts about Underground Instrumental Hip Hop, Contemporary Jazz, R&B, Lo Fi & Electronic music

ÁLBUNS COM PÓ #5 // NIGHTMARES ON WAX - "In A Space Outta Sound"

Francisco Espregueira

Nightmares On Wax - In A Space Outta Sound (2006)

A quinta edição dos Álbuns Com Pó do Sótão leva-me nove anos para trás para relembrar (ou apresentar pela primeira vez) o quinto álbum de Nightmares On Wax. Antes de começar, tenho que dizer que "pesadelo" mesmo seria nunca ter contemplado a porra de maravilha que este álbum é! Porra... que maravilha! A começar na primeira, sublime. Musicas longas que usam o tempo que lhes foi dado, por obra e graça do seu criador, para se fixarem naqueles lugares dentro da nossa cabeça que nós não conhecíamos. "Passion".

 

Nightmares On Wax - 1. Passion

Sem interrupções que se distingam entre as músicas, o álbum continua a tocar... mais e mais se fixando nesses ditos lugares que julgava não conhecer. "Flip Ya Lid".

Nightmares On Wax - 3. Flip Ya Lid

O projecto "Nightmares On Wax", criado por George Evelyn (DJ EASE), ganha notoriedade nos anos 90' com os lançamentos de "Smokers Delight" e "Carboot Soul". Mais tarde, em 02', "Mind Elevation" não faz os mesmos voos nem é, hoje, lembrado da mesma forma. Chegados a 2006, é lançado este "In A Space Outta Sound" que, na minha opinião, é o significar do auge de um projecto inovador e super respeitado por todo o mundo da música. Repara... ser-se conhecido ou não... interessa muito pouco. Ser-se respeitado interessa muito mais. "You Wish".

Nightmares On Wax - 6. You Wish

Nightmares On Wax - 10. I Am You

 

E passados 9 músicas, ou anos... sei lá, já não sei... chego à décima do álbum. Fecho os olhos porque já a ouvi vezes sem conta... sei bem qual é. Sei a letra, as melodias, os murmúrios... quais instrumentos estão em cena, e sei que é no minuto 2:30 em que a bateria entra... Olhos abertos. "I Am You".

 

 

Do Sótão pró infinito, com esta magia de álbum. "In A Space Outta Sound" é especial.